Menu

Os filhos são herança do Senhor

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

Deus é o criador da família, porque Ele ama as gerações. Depois de criar todas as coisas, o Senhor criou o homem à Sua imagem e semelhança, e providenciou-lhe uma companheira para que juntos formassem uma família (Genêsis 1:26; 2:20-25). Mais tarde, ele escolheu um homem, Abraão, para a partir dele e de sua, Sara, humanamente estéril, criar uma grande família, tornando-se o Deus de Abraão, Isaque, Jacó, de toda nação de Israel e o nosso Deus, Seus filhos em Cristo.

Satanás tenta destruir a família porque sabe que ela é aliança e compromisso, símbolo do pacto que termos com Deus em Cristo. A família é marca, origem, pertencimento, herança, cuidado, proteção e legado. É nela que todo ser humano começa a descobrir o mundo quando bebê, que são dados os primeiros passos e balbuciadas as primeiras palavras. 

É na família que recebemos o primeiro afeto, aprendemos a amar, comunicar, compartilhar, perdoar e nos doar, que criamos responsailidades, vínculos, raízes e perpetuamos a espécie, deixando um legado de amor, conhecimento de Deus, santidade, intimidade e companherismo aos nossos filhos e às gerações futuras. Muitos casais hoje não querem ter filhos, estão influenciados pela cultura da morte, do individualismo, egoísmo e egocentrismo, e isso infelizmente também tem encontrado força na mente de muitos cristãos.

Já reparou como os Orientais (os judeus e árabes, por exemplo) têm muitos filhos? Eles entendem a família como uma bênção divina, os filhos como parte da herança de Deus, uma fortificação para a casta e oportunidade de perpetuar suas crenças e religiões para que se expandam mundo afora. Essa também deve ser a concepção de todo cristão!

Ouça, ó Israel, o nosso Deus, é o único Senhor. Ame o Senhor, o seu Deus, de todo coração, de toda a sua alme e de todas as suas forças. Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração. Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar. Amarre-as como um sinal nos braços e prenda-as na testa. Escreva-as os batentes das portas de sua casa e em seus portões (Deuteronômio 6: 4-9).

Você entende que plano o diabo tem armado? Ele quer que os cristãos não tenham filhos para que a Palavra de Deus se torne enfraquecida no mundo! Hoje, vemos famílias enormes de muçulmanos em toda parte, nas quais é ensinada a religião deste povo, o islamismo. Segundo sociólogos, há um plano entro os muçulmanos de dominar o mundo pacificamente, povoando principalmente países da Europa e de outros continentes em que a taxa de natalidade é baixíssima.

Quando andamos por muitas nações chamadas de Primeiro Mundo, para todos os lados, o que vemos são famílias muçulmanas por vezes com mais de cinco filhos, gerações que são criadas segundo a religião islã e que em cinquenta anos serão maioria em quase todo o mundo. Acorde, precisamos ensinar a Palavra de Deus aos nossos filhos, formar gerações pessoas comprometidas com os princípios da Palavra e com o Reino de Deus!

Ele decretou estatutos para Jacó, e em Israel estabeleceu a lei, e ordenou aos nossos antepassados que a ensinassem aos seus filhos, de modo que a geração seguinte a conhecesse, e também os filhos que ainda nasceriam, e eles, por sua vez, contassem aos seus próprios filhos. Então eles porão a confiança em Deus; não esquecerão os seus feitos e obedecerão aos seus mandamentos (Salmo 78: 5-7).

Em nome de Jesus, nossos filhos serão ensinados na Palavra de Deus e darão frutos de honra e glória ao Senhor, serão como árvore plantada à beira de àguas correntes: Dá fruto no tempo certo e suas folhas não murcham. Tudo o que ele faz prosperara! (Salmo 1:3)

Poder de transformação

Sabemos que as dificuldades econômicas em muitos países levam seus habitantes a não terem muitos filhos, mas isso não significa que não devam gerar nenhum! Outros optam por não terem filhos para viverem exclusivamente para o trabalho e lazer, sem terem de se dedicar aos cuidados nescessários a uma criança. 

Muitas pessoas hoje acham que ter filhos não é importante ou prioritário, mas são justamente eles que nos ensinam a dividir e nos dão outra (e melhor) visão de mundo, mais realista e ampla. 

Os filhos nos fazem entender o que significa a graça e o amor incondicional de Deus por nós, pois como pais aprendemos a ceder, ensinar, repartir, doar, perdoar, sacrificar, ser paciente, humilde e benigno e nos relacionar com os outros. Sem dúvida alguma, você se torna mais sensível, terno, misericordioso, bondoso, sábio e amoroso quando tem filhos (gerados ou não em seu ventre). Os filhos nos tornam pessoas melhores!

Os filhos são o maior bem, a maior herança que Deus nos confia para que os eduquemos de acordo com Sua Palavra, amemos e cuidemos, bem como para que sejamos pessoas realizadas, fortalecidas, seguras e mais felizes em família. 

Educar é uma responsabilidade que nos enriquece, torna-nos mais sábios, faz-nos ensinar o que aprendemos (inclusive, com os antepassados) e desperta em nós o desejo de conhecermos mais e mias para que possamos oferecer o melhor  em termos de conteúdo aos filhos. Educar é deixar um legado moral, ético, educacional, emocional e espiritual.

Os filhos são herança do Senhor, uma recompensa que ele dá. Como flechas nas mãos do guerreiro são os filhos nascidos na juventude. Como é feliz o homem que tem a sua aljava cheia deles! Não será humilhado quando enfrentar seus inimigos no tribunal (Salmo 127: 3-5).

Para quem não gerou um filho biológico, por que não adotar uma criança, pois é o convívio diário, o cuidado, a responsailidade e a troca de afeto que realmente tornam seres humanos em pais e filhos. Para amar uma criança e cuidar dela não é preciso ter laços sanguínes, apenas amor, dedicação, vontade, disposição e orientação na Palavra de Deus: Então nós, o teu povo, as ovelhas das tuas pastagens, para sempre te louvaremos; de geração em geração cantaremos os teus louvores (Salmo 79:13).

*Este texto é parte da obra “NO DIVÃ COM A DRA. ELIZETE MALAFAIA – FAMÍLIA

Adquira a obra integral https://loja.editoracentralgospel.com/centralgospel/livro-no-diva-familia-000476

Publicações Relacionadas

Mulher Vitoriosa
Elizete Malafaia

Joana: uma mulher ousada e humilde

Joana era esposa de Cuza, um oficial de finanças de Herodes Antipas (governador a serviço do Império Romano em Israel). Logo percebemos, então, que, com

Leia mais
Mulher Vitoriosa
Elizete Malafaia

Uma mulher Insubstituível

Você consegue pensar em alguém assim, insubstituível? Talvez movidas pelos laços de família, lembremos-nos de nossos pais, filhos e outros familiares, mas quantas de nós

Leia mais

Outras Publicações

Devocional
Paulo Maskote

Vamos, Davi! Só falta você!

O cheiro de ovelha começa a entrar pela casa de Jessé. O mancebo ofegante entra no cenário. O suor na testa e as mãos calejadas

Leia mais
Devocional
Adriana Goulart

Caos criativo

Sabe aquela pessoa toda organizada, que planeja tudo com antecedência e a longo prazo, que no domingo já tem organizado todo o cardápio da semana,

Leia mais