Menu

O DIA DAS PEQUENAS COISAS

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

Porque, quem despreza o dia das coisas pequenas?… (Zacarias 4:10)

De forma geral, o ser humano, tem um certo impulso de querer mais. Nada demais ou errado em desejar e buscar ser grande, crescer, avançar, conquistar, ir além do que se tem ou é hoje. Isso é saudável, até certo ponto, só não pode virar megalomania (mania de grandeza).

Nesta visão somos arguidos: quem despreza o dia das coisas pequenas? Querer crescer não pode nos fazer desprezar as coisas pequenas.

Veja esses exemplos de servos fantásticos de Deus que não rejeitaram aquilo que era menor.

Elias não desprezou quando notificado de uma pequena nuvem, do tamanho da mão de um homem, antes se preparou para uma grande chuva que viria.

André não ignorou o menino que só possuía 5 pães e 2 peixes, levou-o até Jesus e uma multidão foi alimentada.

Eliseu viu que a viúva tinha apenas um pouco de azeite na botija, mas mandou ela tomar emprestado mais vasilhas, pois seria grande a fartura.

Enfim, aquilo que nós achamos pouco, insuficiente ou sem valor, não deve ser desprezado. Embora pareça ínfimo, isso é tudo que Deus precisa para fazer acontecer. Além disso, as coisas grandes não nascem grandes, elas são pequenas e crescem, assim como o bebê, uma semente, e tudo mais. Então não despreze o dia das coisas pequenas, o potencial delas está nas mãos de Deus, e podem se tornar sua maior conquista, seu milagre, sua resposta de oração.

Publicações Relacionadas

Devocional
Adriana Goulart

A Bíblia e eu

Lâmpada para os meus pés, luz para o meu caminho. Viva e eficaz. O meu prazer de dia e de noite. Martelo que esmiúça a

Leia mais
Devocional
Felipe Rodrigues

O lado de dentro

Se eu te perguntasse qual foi o lugar mais incrível que você já conheceu, provavelmente receberia como resposta a descrição de alguma viagem inesquecível já

Leia mais

Outras Publicações

Our Faith
Verônica de Souza

Don’t Worry About Tomorrow

God gave the Israelites their manna one day at a time. They were not allowed to store any of it up for another time – by doing this, they showed their trust and confidence in God and His promise to provide for them each day. Any time they did collect more than enough for one day, it became rotten and smelled bad. Many people say they have a “stinking, rotten life.” They don’t mean they smell – I think they’re saying they have taken on too much – too much work, too much responsibility, too much to think through and it’s so much, they have nowhere to put it and much is wasted. They are complicating today trying to gather provision for tomorrow.

Leia mais